Ir para conteúdo

Notícias

Raquel foca em propostas para feirantes e na área de segurança

No debate promovido pela Rádio Globo FM, na noite desta segunda-feira (10), a candidata a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), pode apresentar propostas concretas de seu Plano de Governo para os ouvintes. Entre os temas debatidos com o seu oponente, estavam a Feira da Sulanca e de políticas públicas de combate à violência. Em suas considerações iniciais, Raquel aproveitou para agradecer pela sua expressiva votação no primeiro turno e se colocou como a candidata do futuro.

“Quero agradecer os votos que tive. Vai ser a disputa do passado, representado pelo meu adversário, com o futuro. Quero ser prefeita para estar presente nas ruas e vilas para entregar as soluções que nossa população precisa. Para enfrentar a questão da violência, da saúde, trazer mais prevenção. Quero ser prefeita para transformar a cidade pela educação, fazer junto com o feirante e cuidar das feiras. Não vamos retroceder, vote pelo futuro”, disse Raquel.

Sobre políticas públicas de combate à violência, Raquel disse que é preciso fortalecer a guarda municipal e colocar nas ruas equipamentos de monitoramento. “Vamos fortalecer e qualificar a gestão da Destra, ampliar o efetivo da guarda municipal para atuar fortemente em parceria com a polícia militar e civil. Vamos fazer o centro integrado de segurança, com câmeras de monitoramento nas ruas do centro da cidade, na periferia, zona rural, escolas públicas e privadas, e garantir segurança para devolver a tranquilidade para nossa gente”, falou.

Em relação aos feirantes de Caruaru, a candidata falou em criar um órgão de gestão, fiscalização e controle da Feira da Sulanca dentro da Prefeitura. “Primeiramente vamos criar um órgão de gestão para dar mais transparência para o gasto público e a gestão da feira de maneira participativa. Vamos também garantir mais segurança, iluminação, limpeza. Em seguida, iremos transferir a feira de graça para aqueles que não podem pagar. Para quem tem boxe ou loja vamos trabalhar com o preço de custo”, explicou Raquel.

Em suas considerações finais, Raquel agradeceu a oportunidade de debater propostas e deixou uma mensagem para os eleitores indecisos. “Agradeço aos ouvintes - que ficaram até essa hora para ouvir propostas sobre o futuro da nossa cidade - aos que fazem a Rádio Globo e ao candidato Tony Gel. Pedimos o seu voto no 45, que é o voto da esperança e do futuro. Quero conversar com você que não votou na gente no primeiro turno, que traga o seu voto, a sua esperança. Nós iremos honrar o seu desejo de mudança e de diálogo com o futuro”, concluiu.